top of page

Desvendando as Tendências do Varejo: Navegando pelas Águas do Omnichannel e do Figital



No mundo em constante transformação do varejo, é essencial estarmos atualizados sobre as tendências que moldarão o futuro deste setor vital para a economia global. Em nosso último comitê do Conselho Consultivo de Varejo e Serviços, tivemos a oportunidade de discutir essas tendências com Juedir Teixeira, membro fundador do conselho e Doutor em administração (PhD), trouxe insights valiosos sobre os desafios que o varejo enfrenta atualmente.


Um ponto que ficou claro desde o início da conversa foi a complexidade do cenário atual do varejo. Com uma multiplicidade de canais de vendas, momentos diversos de compra e gerações com demandas completamente distintas, os varejistas enfrentam um verdadeiro quebra-cabeça para atender às necessidades de seus clientes. Nesse contexto, dois conceitos emergiram como protagonistas: Omnichannel e Figital.


Omnichannel refere-se à integração perfeita de todos os canais de venda, proporcionando aos consumidores uma experiência consistente, independentemente de onde e como eles optem por comprar. Já o termo "Figital" surge da fusão entre o físico e o digital, enfatizando a importância de criar experiências envolventes que unam o mundo online e offline.


No entanto, uma pergunta inevitável se coloca: devemos nos lançar de cabeça em todas as tendências que surgem instantaneamente, ou é mais sábio entender para onde o foco de interesse aponta? A resposta está em encontrar um equilíbrio. Não é necessário abraçar todas as tendências de forma impulsiva, mas é crucial estar atento às mudanças significativas e adaptar-se de acordo com as necessidades do mercado.


Uma conclusão inquestionável que surgiu da nossa discussão é a importância de melhorar os processos. Para ter sucesso no varejo, é fundamental atender às demandas de quatro grupos de interesse cruciais: o cliente, o empregado, a sociedade e o acionista. A complexidade está em equilibrar essas demandas, o que não é uma tarefa fácil, mas quem disse que seria?


Aqui estão alguns pontos para reflexão:


1. Como operar em todos os canais com eficiência?

- A integração omnichannel requer sistemas robustos e processos bem definidos para garantir que os clientes tenham uma experiência contínua, independentemente do canal escolhido.


2. Como melhorar a experiência de compra?

- Investir em personalização, atendimento ao cliente de qualidade e inovações tecnológicas pode elevar a experiência de compra a um novo patamar.


3. Será que nós temos somente que fazer o básico bem-feito?

- Enquanto a excelência operacional é fundamental, o varejo também precisa se manter ágil e adaptável às mudanças constantes no comportamento do consumidor e na tecnologia.


Em resumo, o varejo enfrenta desafios significativos, mas também oferece oportunidades emocionantes para aqueles que conseguem navegar pelas águas turbulentas do mercado atual.


Adaptar-se às tendências, aprimorar processos e atender às demandas de todos os interessados são chaves para o sucesso. Não será fácil, mas com a dedicação certa, é possível alcançar resultados impressionantes no desafiador e emocionante mundo do varejo.

66 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page